Cientistas criam híbridos de humanos e animais.

Cientistas criaram mais de 150 embriões híbridos de humanos e animais em laboratórios britânicos. Os híbridos foram produzidos secretamente nos últimos três anos por pesquisadores investigando possíveis curas para uma série de doenças. A revelação vem apenas um dia depois de um comitê de cientistas alertar sobre um pesadelo como o roteiro [do filme] “Planeta dos Macacos”, em que o trabalho com criações de humanos-animais vai longe demais. Na noite passada, um militante contra os excessos da pesquisa médica disse que estava enojado com o fato de que os cientistas estavam “se interessando pelo grotesco”.

Formas vistas pelo Daily Mail mostram que 155 embriões “misturados”, contendo tanto material genético humano quanto animal, foram criados desde a introdução da Lei de Embriologia e Fertilização Humana, em 2008, a qual legalizou a criação de uma variedade de híbridos, incluindo um óvulo animal fertilizado por um espermatozoide humano; “citoplasma híbrido”, em que um núcleo humano é implantado em uma célula animal; e “quimeras”, em que as células humanas são misturadas com embriões de animais.

Cientistas dizem que as técnicas podem ser usadas para desenvolver células-tronco embrionárias, que podem ser usadas para tratar uma série de doenças incuráveis.

Em três laboratórios no Reino Unido – King`s College London, a universidade de Newcastle e a Universidade de Warwick – foram concedidas licenças para realizar a investigação depois que a Lei entrou em vigor.

Atualmente todos pararam de criar embriões híbridos, devido à falta de financiamento, mas os cientistas acreditam que haverá mais desse trabalho no futuro.

O número de embriões híbridos foi revelado a Lord David Alton por seqüências de perguntas no parlamento.

Ontem à noite ele disse: ‘eu argumentei no Parlamento contra a criação de híbridos humano-animal como uma questão de princípio. Nenhum dos cientistas que apareceu diante de nós poderia nos dar qualquer justificação em termos de tratamento.

“Eticamente, nunca podem ser justificáveis ​​- desacredita-nos como um país. É imiscuir-se no grotesco.

A cada etapa a justificação dos cientistas foi: “Se vocês nos permitem fazer isso, vamos encontrar a cura para todas as doenças conhecidas pela humanidade”. Isso é chantagem emocional.

“Dos 80 tratamentos e curas que surgiram a partir de células-tronco, todos vieram a partir de células-tronco adultas – e não as embrionárias.

Josephine Quintavalle, do grupo pró-vida ‘Comment on Reproductive Ethics’, disse: “Estou horrorizada que isso está acontecendo e nós não sabíamos nada a respeito.

‘Por que eles mantiveram esse segredo? Se eles estão orgulhosos do que estão fazendo, por que precisamos fazer perguntas parlamentares para que isso venha à luz?’

“O problema com muitos cientistas é que eles querem fazer as coisas porque querem experimentar. Isso não é uma razão boa o suficiente. ”

Híbridos humano-animal também são criados em outros países, muitos dos quais têm pouca ou nenhuma regulamentação

Fonte